Em meio a tantas violações e acontecimentos que não compreendemos, seja Xangô nosso amparo

Aproveite 20% de Desconto com Frete Grátis

X

Oferendas realizadas nos terreiros de Umbanda.

Oferendas realizadas nos terreiros de Umbanda.

As oferendas realizadas pelo zelador ou dirigente do terreiro de Umbanda são uma forma de catalisar e movimentar o axé. O axé é o fluido cósmico universal que a tudo interpenetra provindo do hálito mantenedor do Criador.

Nas oferendas o axé é transmitido, revitalizado, renovado, expandido por meio de elementos materiais ou de certas substâncias que farão o papel de condensadores energéticos. Uma vez transferido o axé para os elementos da natureza que compõem a oferenda, o axé será potencializado pelos guias espirituais que conjugam outros fluidos etéreo-astrais necessários à corrente mediúnica ou particularmente a um médium, renovando seu poder de realização, em outras palavras, o fortalecimento de seu Ori. Toda oferenda, ebó ou outro tipo de trabalho espiritual é firmado por invocações mentais ou mantras, que são comandos verbais e têm como objetivo fazer a ligação da dimensão física com o plano extrafísico. No plano extrafísico haverá espíritos desencarnados que receberão e movimentarão a contraparte astral da oferenda, conduzindo esta energia a seu destino. 

O que diferencia um trabalho espiritual de outro é a intenção ou sentimento que alavanca o pedido. A intenção fará a sintonia do médium encarnado com espíritos benfazejos ou com espíritos sem ética e moral, gozadores ou vingativos no plano invisível. A intenção tem peso perante o Criador e os Orixás e não os elementos em si, mesmo sendo os melhores e mais caros. Uma vela e um copo de água com uma intenção altruísta em seu benefício e para os outros tem mais valia do que uma bela oferenda com flores, frutos e demais elementos com um pensamento egoísta em detrimento de terceiros.

O homem, feito à imagem do Criador, possui poder e força mental. Se aplicarmos nossa força mental segundo os ensinamentos de Jesus, vibraremos na harmonia cósmica e angariaremos créditos na contabilidade das leis divinas. Se, ao contrário, usarmos nossa força mental ou poder criador na mais nefasta magia negativa ou simplesmente para prejudicar nosso semelhante, atrairemos, pela lei universal de retorno, consequências que deverão ser retificadas nesta ou em outra vida futura.

Qual é o propósito de uma oferenda?
Quando a comunidade de terreiro ou algum médium em particular necessita de uma reposição de axé, utiliza-se a oferenda como instrumento catalisador. O médium, estando em carência de energia de determinado Orixá em conformidade com seu Eledá ou coroa mediúnica, poderá se utilizar do preceito e/ou da oferenda para fortalecer seu Ori.
No caso da comunidade, entendemos que o axé é o sustentáculo da prática litúrgica na Umbanda. Este axé precisa, de tempos em tempos, ser realimentado, pois, com os aconselhamentos e passes, os médiuns, aos poucos, sofrem uma perda energética e se desvitalizam gradativamente. Para restituir o equilíbrio, e consequentemente o equilíbrio magístico entre os planos físico e extrafísico, é necessária a intervenção da oferenda com seus elementos, que será ativada pela conduta individual e coletiva de todos os membros da corrente mediúnica, ­podendo ­diminuir ou aumentar o axé conforme o objetivo do trabalho. Será o dirigente ou zelador do terreiro que determinará quando, como e para qual Orixá ou entidade será destinada a oferenda.

*trecho retirado do livro Casa de Axé, de Daisy Mutti e Lizete Chaves
 

Comentários