Em meio a tantas violações e acontecimentos que não compreendemos, seja Xangô nosso amparo

Frete Grátis para Todo Brasil

X

O que é mediunidade?

O que é mediunidade?

Mediunidade é o nome atribuído à capacidade humana que permite a comunicação entre encarnados e desencarnados. Essa faculdade se manifesta em todos os indivíduos de forma mais ou menos intensa, independente de religião, raça ou sexo. Por ser intrínseca ao ser, ela se manifesta em qualquer lugar ou hora. O termo médium é usado para aquela pessoa que possui uma sensibilidade especial ou mais intensa, tornando-se canal de comunicação entre o mundo físico e o extrafísico.

Quais são os tipos de mediunidade?
Os tipos mais comuns de mediunidade são os fenômenos de efeitos materiais ou físicos que sensibilizam diretamente os órgãos dos sentidos dos observadores. Podem se apresentar sob várias formas, tais como:
– materialização: de objetos, de espíritos;
– transfiguração: modificação dos traços fisionômicos do próprio médium;
– levitação: erguimento de objetos e/ou pessoas, contrariando a lei da gravidade;
– transporte: entrada e saída de objetos de recintos hermeticamente fechados;
– bilocação ou bicorporiedade: aparecimento do espírito do médium desdobrado sob a forma materializada, em lugar diferente ao do corpo;
– voz direta: vozes dos espíritos que soam pelo ambiente, sem utilizar o aparelho fonador do médium. O espírito se utiliza do ectoplasma e o som sai através de uma garganta ectoplasmática;
– escrita direta: palavras, frases, mensagens, escritas sem a utilização da mão do médium;
– tiptologia: sinais por pancadas, formando palavras e frases inteligentes;
– sematologia: movimento de objetos sem contato físico, traduzindo uma vontade, um sentimento etc.
– mediunidade de efeitos intelectuais: intuição, vidência, audiência, desdobramento, psicometria, psicografia e psicofonia, comumente chamada de mecânica de incorporação.

Quais os tipos de mediunidade mais comuns em terreiro?
Os tipos mais comuns são a mediunidade de efeitos intelectuais, como intuição, vidência, audiência e desdobramento, e principalmente a de incorporação ­(psicofonia).

Como posso saber se sou médium e de que tipo de mediunidade?
A mediunidade é uma capacidade natural como qualquer um dos cinco sentidos. A pessoa não cria a ­mediunidade ou se esforça para que aconteça. Ela a possui em maior ou menor grau, ou não. Essa sensibilidade mais afinada ao extrafísico poderá se manifestar em algum momento na vida, sendo diferente de médium para médium. Alguns começam a percebê-la na infância, outros na adolescência ou em idade madura, e esse despertar geralmente ocorre na forma de transtornos psíquico-emocionais. Para saber se tem sensibilidade mediúnica, o indivíduo deve se informar sobre os temas mediunidade e suas manifestações. Numa autoanálise, verificará se se enquadra em alguma classificação, ou, então, se deve conversar com um especialista na área. 

Vale salientar que algumas pessoas têm certa sensibilidade e percebem o que ocorre verdadeiramente, enquanto para outras pessoas isso é imperceptível. Porém, só haverá fenômenos mediúnicos quando o sensitivo tornar-se médium, ou seja, passar a ser intermediário entre encarnados e desencarnados e não apenas um observador.

*trecho retirado do livro Casa de Axé, de Daisy Mutti e Lizete Chaves

Comentários